Sobre mães

Às vésperas do Dia das Mães, projeto sobre adoção que surgiu na Unifran em 2018 ganha destaque na rádio CBN 

Da redação

Foto acima: Marcella com a mãe, Tânia: incentivo à adoção tem a ver com a própria história das duas (Acervo pessoal)

O projeto Sobre Nós, que nasceu como Projeto Experimental de Conclusão do Curso de Jornalismo na Unifran, foi destaque na abertura de uma série sobre mães da rádio CBN Ribeirão. A reportagem, de Heloísa Zaruh, para a coluna CBN Mulher, foi veiculada na última segunda-feira (03/05).

De autoria de Marcella Dal Sasso, Laís Joazeiro, Isabella Souza e Jéssica Gonçalves, o Sobre Nós foi apresentado na universidade no final de 2018. Abordou a adoção de crianças com deficiências, negras e/ou com idades mais avançadas – a chamada adoção tardia. O que intrigou as estudantes foi o alto número de pessoas na fila da adoção (40 mil na época) em relação ao de crianças disponíveis (pouco mais de 4 mil). “Se tem muito mais gente disposta a adotar, por que essa fila não zera?”, se perguntaram.

Por meio de um documentário em vídeo, explicaram os principais entraves, afetivos, sociais e jurídicos, que impedem que haja mais encontros de crianças e adolescentes que moram em abrigos com um novo lar. A produção conquistou o título do Expocom Sudeste em 2019, concurso promovido pelo Intercom, o maior congresso de comunicação do Brasil, em Vitória-ES, e ficou entre os cinco melhores trabalhos do país no mesmo ano, na modalidade Produção Multimídia – além do documentário, foram produzidos materiais para redes sociais (Clique e conheça o projeto no Facebook e no Instagram).

Ouça a reportagem da CBN:

Com o término do curso de Jornalismo, o Sobre Nós virou um projeto de informação e incentivo à adoção. Atualmente, é mantido apenas pela Marcella, que é filha adotiva e dá dicas sobre como funciona o processo, as dificuldades para a redução da fila, os perfis de jovens esquecidos pelos pretendentes, entre outras. Foi ela quem indicou as histórias para a reportagem da CBN, que, segundo Heloísa, buscou, na semana que antecede o Dia das Mães, trajetórias de mulheres que vivem a experiência da maternidade, mas não em famílias consideradas tradicionais.

“Eu queria histórias diferentes, inspiradoras, reais, poder observar famílias com formação diversa. A adoção seria o terceiro capítulo da série, mas, rapidamente, a Marcella me passou vários vídeos e me falou, também, sobre a história da mãe dela. Aí, eu pensei: ‘Nossa, preciso abrir a série com essas histórias’”, conta a repórter. “A contribuição do Sobre Nós foi essencial. Conseguimos colocar mais de 11 minutos no ar”.

A família de Silvana com Valentina, que faleceu em março de 2020 (Foto: Acervo pessoal)

Além de Tânia, a própria mãe, Marcella indicou, como fontes para a matéria, Ana Rita Martins, que adotou Ana Clara, e Silvana Chimionato, que abriu as portas da casa para o Lucca, depois de perder Valentina, que também era adotiva, no ano passado.

“Com o Dia das Mães chegando, a CBN pediu ao projeto histórias de mães que tenham adotado. Temos várias histórias inspiradoras que poderiam ser enviadas, famílias que se tornaram amigas do projeto. A escolha foi bem direta quanto ao que foi pedido, mães fora da curva”, relata Marcella, que emenda: “As duas histórias se conectam muito com a minha e fazer essa ponte entre histórias que conheço e a mídia, é, além de informar as pessoas, mostrar exemplos de vida e também uma forma de gratidão. Adoção é amar e ser amado, através da construção de uma família. E isso ficou bem claro nesse episódio da série.”

Ana Rita com Ana Clara: uma das histórias indicadas à rádio CBN (Foto: Acervo pessoal)