Maquiagem para todos

Pensando em inclusão,  autoestima e independência, advogada cria técnicas para que deficientes visuais se automaquiem

Júlia Paiva e Milena Fischer

Foto acima: Themis lançou marca de batom que terá parte dos lucros revertida ao Instituto dos Cegos (Divulgação/thestoryfotografia)

Um canal no YouTube voltado à automaquiagem para deficientes visuais. Foi assim que Themis Briand, cearense de 34 anos, se tornou uma das pioneiras em beleza inclusiva no Brasil. A youtuber e advogada tem a conta desde 2016. Ela criou técnicas especificas para que as mulheres com perda de visão possam investir na beleza de forma independente. O canal tem mais de 11 mil inscritos.

Sempre vaidosa, Themis começou a postar vídeos de cinco minutos nas redes sociais por incentivo de amigas, ensinando maquiagem e penteado. E foi com a ajuda de uma delas que a visão sobre o assunto começou a se ampliar.

“Um dia, a Thais, que é deficiente visual e, ao contrário de mim, nunca foi muito ligada nesse universo, apesar de linda, pediu que eu a maquiasse durante uma viagem. E o noivo dela amou tanto o resultado que despertou o desejo nela de sair sempre maquiada. Foi quando, após buscar conteúdo na internet e não encontrar nada, veio pedir para que eu a ajudasse”.

A youtuber aceitou o desafio e começou a treinar. Themis conta que decidiu se maquiar no escuro, sem espelhos e tendo apenas o tato como guia para ficar o mais próximo possível da realidade da amiga e, assim, desenvolver uma tática que funcionasse. O esforço deu resultado.

“Quando a Thais conseguiu aplicar as técnicas que tinha desenvolvido, senti a grandiosidade do que tínhamos realizado e a responsabilidade em ter que compartilhar, já que eu tinha um canal no YouTube com dicas de beleza”.

Para Themis, esse movimento é mais que apenas uma questão estética. Tem a ver com independência, segurança e felicidade. “Proporcionar inclusão e autonomia em uma atividade que é um autocuidado contribui para torná-las independentes. Esse é o principal impacto! Além de tudo, qual a mulher que não se sente poderosa com um batom vermelho?”.

Canal foi criado em 2016 e tem mais de 11 mil inscritos (Foto: Divulgação/thestoryfotografia)

Batom inclusivo

Com o intuito de continuar o trabalho de inclusão, a youtuber espera que a indústria da beleza se revolucione e comece a enxergar que o propósito é levar beleza para todos. Nesse sentido, Themis dá os próprios passos. Lançou, no dia 10 de março, em parceria com a LabYou – empresa de cosméticos cearense, criado pelas empreendedoras Sara Fontenele e Thalita Herculano –, o primeiro batom do mundo com QR Code inclusivo.

“Quando apresentei a ideia, Sara e Thalita abraçaram na hora, pois entendem que a inclusão é essencial nesse contexto e poder trazer acessibilidade de uma forma pioneira. Ser a única marca no mundo a adotar o QR Code inclusivo em suas embalagens tornou tudo mais especial.”

Foram pensadas cinco cores versáteis, ideais para todos os tons de pele. Por meio do QR Code, as mulheres são direcionadas a um vídeo exclusivo que explica todos os detalhes do batom, desde a cor, como harmonizá-la com o resto da make e o método “Beleza para Todos”, de como aplicar o batom.

O batom LabYou por Themis custa R$ 55,00 e parte do lucro será doada ao Instituto dos Cegos. A compra pode ser feita pelo site (clique aqui) e na loja física, na avenida Dom Luis, 300, Shopping Avenida, loja 237, em Fortaleza-CE.

O canal da Themis pode ser acessado clicando aqui.