Seis finalistas

Trabalhos desenvolvidos em 2018 no Curso de Jornalismo representarão a Unifran no Expocom, em Vitória, agora em junho

Da redação

Foto acima: Congresso premia os melhores trabalhos universitários em cerca de 70 modalidades (Divulgação)

Seis trabalhos desenvolvidos no Curso de Jornalismo da Universidade de Franca (Unifran) estão na final da fase regional do Expocom, concurso promovido pelo maior congresso de Comunicação do Brasil, o Intercom. É o melhor resultado do curso desde que começou a participar do evento, em 2015.

De 3 a 5 de junho, os estudantes que representam os projetos classificados estarão em Vitória, capital do Espírito Santo, para apresentá-los. O campeão de cada modalidade se credencia a disputar a fase nacional, em setembro, em Belém do Pará, com os vencedores das outras quatro regiões do país (Sul, Centro-Oeste, Norte e Nordeste).

Todos os trabalhos foram desenvolvidos no ano passado, em disciplinas ou como Projetos Experimentais para conclusão de curso. Confira os classificados, que tiveram a orientação dos professores Igor Savenhago e José Augusto Nascimento Reis, com colaboração de Rafael Cavalcanti, nas edições de áudio e vídeo, Beto Assis, no apoio no estúdio de fotografia,  e supervisão do coordenador do curso, Anderson Venâncio.

 

Categoria Jornalismo

Segredos do confessionário

Modalidade: Documentário de rádio

Tema: A saga do Padre José Afonso Dé, em Franca, acusado de abuso sexual em 2010.

Estudantes: Juliana Teodoro, Heloísa Taveira, Moara Ribeiro, Ana Laura Siqueira e Eudis Silva.

Ouça: Clique Aqui

Da esq. para dir., Juliana, Heloísa, Moara e Ana Laura

 

O quarto de Carolina

Modalidade: Vídeo-documentário jornalístico

Tema: Vida e obra de Carolina Maria de Jesus, escritora negra, favelada, descoberta pelo jornalista Audálio Dantas no final da década de 1950.

Estudantes: Gabriela Buranelli, Pábolo Oliveira e Ana Carolina Castro.

Veja: Clique aqui

Da esq, para dir., Gabriela, Pábolo e Ana Carolina

 

Mulher de 15 – Especial “Por trás do silêncio”

Modalidade: Programa laboratorial de rádio

Tema: A violência contra a mulher tratada em três episódios (Relacionamentos abusivos, Feminicídio e Violência Obstétrica)

Estudantes: Tatiane Oliveira, Gabriela Sturaro, Sara Ávila, Talita Souza, Ana Carolina Rodrigues, Hévertom Talles, Rafael Mascagni e Hermes Pereira Neto.

Colaboração: Cinthia Helena dos Santos (Estudante de Publicidade e Propaganda).

Ouça: Clique aqui

Em pé: Tatiane, Gabriela, Sara, Talita e Ana Carolina. Agachados: Hévertom, Rafael e Hermes.

 

Categoria Produção Transdisciplinar

Sobre Nós

Modalidade: Produção multimídia

Tema: Os entraves para a adoção de crianças negras, mais velhas e com deficiência no Brasil.

Estudantes: Marcela Dal Sasso, Isabella Santos Souza, Laís Joazeiro e Jéssica Gonçalves

Veja o documentário: Clique aqui

Da esq. para dir., Marcela, Isabella, Laís e Jéssica

 

(In)Visíveis

Modalidade: Projeto de Comunicação Integrada

Tema: Pessoas e instituições que se dedicam à causa da deficiência visual trabalhada em três produtos (uma revista, uma revista em Braille e um programa de rádio)

Estudantes: Ana Flávia Teixeira, Kétila Maria, Júlia Paiva, Maria Júlia Tazinaffo Blanco, Milena Fischer e Andressa Barros.

Colaboração: Pedro Medeiros da Costa (Estudante de Publicidade e Propaganda).

Ouça o programa de rádio: Clique aqui

Da esq. para dir., Ana Flávia, Kétila, Júlia, Maria Júlia, Milena e Andressa.

 

Emim em Tons

Modalidade: Edição de livro

Tema: O uso da música como ferramenta de ensino e histórias da Emim, a única instituição pública a oferecer formação musical em Franca.

Estudantes: Lorena Resende e Júlia Nery

Veja: Clique aqui

Da esq. para dir., Lorena e Júlia

 

O Intercom

O Intercom é o maior congresso de Comunicação do Brasil. É dividido em duas fases: uma regional e outra nacional.

Na fase regional, recebe estudantes de todos os estados da Região Sudeste – São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo –, que apresentam os mais recentes estudos na área em seis categorias: Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Rádio-TV-Internet, Cinema e Produção Transdisciplinar (esta última envolvendo trabalhos produzidos sob uma interface entre dois ou mais cursos).

O intuito é estimular o desenvolvimento educacional e científico nessas áreas. Já tradicional, com mais de 40 anos de existência, é considerado uma porta de entrada para a pesquisa e para o mercado de trabalho, já que permite a participação de estudantes a partir do primeiro ano de cada curso.

A participação dos estudantes de Franca

Desde 2015, os estudantes de Jornalismo da Unifran participam do Intercom. E, desde 2016, vêm sendo premiados no concurso de trabalhos universitários promovido pelo congresso, o Expocom (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação).

O concurso valoriza as melhores produções em 70 modalidades das seis categorias mencionadas. E o número de conquistas da Unifran tem crescido ano a ano.

Em 2015, um trabalho foi finalista, ficando entre os cinco melhores. Em 2016, cinco foram finalistas, sendo que um trouxe o troféu de campeão regional para casa. Já em 2017, foram quatro finalistas, com dois troféus conquistados. E, em 2018, foram três trabalhos finalistas, com um troféu.

Considerando as indicações de 2019, a Unifran já soma 19, com quatro prêmios.